DESTAQUES

Chefes-mala e ambiente ruim nas empresas são motivos para desistir da carreira?

Roberto Santos 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Estudos afirmam que entre 65 e 75% dos chefes são incompetentes

por Roberto Santos

Resposta: Respondendo diretamente sua pergunta: Não desista! Você ainda vai experimentar outras decepções e experiências negativas, mas com certeza você conhecerá momentos especiais, chefes inspiradores que vão ajudá-la a esquecer os traumas. Dito isso, tenho que concordar com você que esses modelos não são muito abundantes no mercado.

Recentemente, saiu uma matéria numa importante revista semanal sobre “como sobreviver no ambiente de trabalho” aos tipos de chefe que você deve ter conhecido. Robert Hogan, psicólogo americano especialista em personalidade e liderança, afirma que entre 65 e 75% dos chefes são incompetentes. Eu fiz a minha conta de 27 anos de vida corporativa e concordo com ele. Mas por outro lado, vivi momentos especiais e mágicos em minha carreira, com chefes imperfeitos porém exemplos inspiradores que cultivavam um ambiente positivo de espírito de equipe vencedor.

Por esses exemplos positivos, valeu a pena conviver com os chefes-mala, mas sem desistir nunca. Vá em frente, ligue seu otimismo, pesquise antes de ser contratada sobre a empresa, se possível até sobre o chefe que com o qual terá de trabalhar, para aumentar as chances de ter sua parcela de experiências positivas.




Roberto Santos

Profissional de Recursos Humanos, com mais de 40 anos de atuação no mercado, Roberto teve diversas posições como profissional e executivo de RH em multinacionais de grande porte. É sócio-diretor da Ateliê RH, consultoria com mais de 14 anos de atuação no mercado, e distribuidor Hogan no Brasil. Mais informações: www.atelie-rh.com.br



ENQUETE

De qual problema você gostaria de se livrar em 2018?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.