DESTAQUES

Ser generoso no trabalho abre portas para o sucesso

Roberto Shinyashiki 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Roberto Shinyashiki

Como disse o jornalista Mário Rosa, quem trabalha bem nunca é egoísta; egoísta é quem não trabalha.

Para ter sucesso profissional você precisa obrigatoriamente pensar no outro. Quando para de pensar no outro, a decadência se torna inevitável. O trabalho bem feito sempre passa pelo esforço de pensar no próximo!

O sucesso profissional está sempre ligado à capacidade de solucionar problemas ou satisfazer as necessidades de alguém.

O indivíduo que sofre uma injustiça precisa de um advogado competente. O empresário que não encontra o caminho para a sua empresa precisa de um ótimo consultor. O executivo superatarefado precisa de uma secretária eficiente que o ajude a dar conta do seu trabalho. A pessoa que quer ter uma casa nova precisa de um bom engenheiro ou de um arquiteto criativo.

Satisfazer as necessidades do outro ou ajudá-lo a realizar um sonho é o melhor caminho para o sucesso da própria carreira.

Um profissional que realmente atingiu o sucesso foi aquele que soube ajudar alguém. Foi aquele que realizou a sua missão mais essencial: servir aos outros com a sua experiência, com o seu conhecimento, com as suas competências.

Quando alguém está passando por uma crise profissional é porque abandonou o propósito básico de servir ao próximo. O fracasso não está em não ganhar dinheiro, mas em não saber qual o sentido da vida, qual o sentido do trabalho. Um ser humano fracassa quando não sabe amar fazendo o seu trabalho com entusiasmo, com verdadeiro interesse pela pessoa que está à sua frente, pelo seu cliente-pessoa, pelo seu paciente-pessoa, pelo seu funcionário-pessoa.

E quem não trabalha com entusiasmo, quem não sabe servir, certamente fracassará do ponto de vista financeiro. Além do mais, se sentirá sempre pobre. Pobre de espírito, pobre de alma, pobre de coração!

Por incrível que pareça, o caminho da solução da maioria dos problemas profissionais consiste em parar de olhar para si mesmo e começar a olhar para o outro.

Por isso, se você é um dentista e, por ter poucos clientes, não consegue pagar as suas contas, a saída não está em beber para esquecer os problemas. Tampouco será solução ficar irritado e maltratar familiares e amigos.

Quando estiver atendendo um cliente, pare de pensar em você e se interesse por ele. Pergunte a ele como está sua vida e o escute com generosidade. Dê mais tempo para os clientes. Faça com que eles se sintam importantes para você. Eles descobrirão em você, além de um excelente dentista, uma pessoa especial. E acabará percebendo que esses poucos clientes vão indicá-lo aos parentes e amigos. Em breve, não terá mais espaço na sua agenda para atender uma quantidade imensa de novos clientes.

Por isso tudo, quando estiver trabalhando, deixe de lado todas as preocupações com você, a necessidade de se sentir importante e, principalmente, todas as suas inseguranças. Esteja totalmente disponível para servir ao outro. Por incrível que possa parecer, esse é o melhor caminho para o sucesso.

Pense bem sobre isso!

 




Roberto Shinyashiki

É médico psiquiatra, com especialização em Administração de Empresas (MBA USP), é consultor organizacional, palestrante e autor de 12 títulos, entre eles o lançamento “Tudo ou Nada”, “Heróis de Verdade”, “Amar pode dar certo”, “O sucesso é ser feliz” e “A carícia essencial”. Mais informações: www.shinyashiki.com.br



ENQUETE

De qual problema você gostaria de se livrar em 2018?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.