DESTAQUES

Se afastar para ficar mais próximo

Regina Wielenska 01/01/2016 PSICOLOGIA
Seja gentil com suas limitações e dificuldades

por Regina Wielenska

Recentemente passei a jogar Mahjong Titans no computador. Um conjunto de regras regula o processo de formar pares com as peças. Ganha o jogo quem consegue limpar o tabuleiro virtual, eliminar todas as pedras. O jogo informa quantas combinações estão disponíveis a cada instante, mas quem consegue achá-las?

Lembro que na época em que eu analisava os dados do trabalho que se tornou minha tese de doutorado, eu chegava, de vez em quando, a um estado que eu chamava de empapuçamento: parecia entupida de informações, ficava exausta daquilo, repleta de dúvidas e inquietações, o trabalho parecia estagnado. A orientadora me dava pistas importantes, fazia sugestões, pensávamos juntas a respeito, mas vez ou outra aquilo não parecia render.

Pros dois casos a solução foi a mesma: valer-se do tempo como aliado. Escolho parar por um tempo e voltar depois. Não se trata de fugir, apenas é uma pausa estratégica, deliberada, atenta, mas relaxada. Eu escolho ceder, sou gentil comigo mesma ao reconhecer o cansaço, e me ofereço uma pausa. Autocompaixão é um ingrediente importante do processo. 

No jogo é questão de minutos, quem sabe o tempo exato de um cafezinho ou telefonema. De fato, foi interessante notar que, especialmente em partidas com muitas peças, preciso descansar meu olhar. Ao retornar da pausa, os pares que pareciam ocultos agora saltam aos olhos descansados, agora aptos para a tarefa que lhes cabe.

Na época de elaboração da tese ocorreu um episódio curioso. Eu tentava em vão descobrir uma tabela ou gráfico para melhor apresentar um conjunto de dados. Nada parecia funcionar, a frustração crescia. Até que larguei mão e disse para mim mesma que iria fazer outra parte do trabalho, saquei que naquela hora seria melhor rever as referências bibliográficas, tarefa igualmente necessária, porém mais mecânica, e que exigiria pouco de mim. Mais tarde fui dormir.

Acordei sem pensar no fastio científico e, como que caindo de céu, durante a chuveirada matinal, apareceu na minha cabeça uma forma precisa e perfeita para a apresentação dos dados. A solução apenas se revelou depois que eu me rendi às circunstâncias, eu tinha desistido de encontrar respostas imediatas e dei para mim um tempo, planejei um afastamento, nada sério a ponto de configurar um abandono, mas foi o suficiente para criar um espaço entre os dados e aquela que os analisava em vão.

Quem cuida de enfermos precisa desse tempo, a mãe com o filho cronicamente doente precisa dormir, sair de casa, respirar outros ares. Ao voltar, ela pode se tornar uma cuidadora mais paciente, eficaz, bem humorada.

Empresários precisam se afastar um pouco de seus negócios, dar para si um tempo fora do cotidiano, criar uma perspectiva diferente para examinar seu empreendimento com olhos novos, sob ângulos inéditos.

Chaves para o comportamento criativo

Não há fórmulas precisas, mas manter-se atento, diversificar atividades, ter gentileza com as limitações e dificuldades, ser paciente e disciplinado, estas são algumas das chaves que abrem as portas do comportamento criativo.

Dicas para aguçar sua criatividade:

1ª) mantenha-se atento;

2ª) diversifique atividades;

3ª) seja gentil com as limitações e dificuldades;

4ª) seja paciente e disciplinado.




Regina Wielenska

É psicoterapeuta na abordagem analítico-comportamental na cidade de São Paulo. Graduada em Psicologia pela PUC-SP em 1981, é Mestre e Doutora em Psicologia Experimental pela IP-USP. Atua como terapeuta e supervisora clínica, é também professora-convidada em cursos de Especialização e Aprimoramento. Publicou dezenas de artigos científicos, e de divulgação científica, além de ser coautora de livros infanto-juvenis.



ENQUETE

De qual problema você gostaria de se livrar em 2018?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.