imagem de capa

Vya Estelar Responde

Fala Leitor

Quero me separar, mas meu marido ameaça transformar minha vida num inferno. O que fazer?

Quando uma pessoa muda seu comportamento o outro também tende a mudar

04 set, 2017

por Anette Lewin

“Quero me separar, mas não sei como falar isso ao meu esposo. Não sei como dar o primeiro passo. Toda vez que entro nesse assunto, ele faz ameaças como: vai sumir com a nossa filha, vai transformar a minha vida num inferno. O que posso fazer?”
     
Resposta: Temos que ver o histórico de seu relacionamento. Se você está sendo ameaçada ou chantageada, provavelmente, ameaças e chantagens contra você já foram eficazes enquanto o relacionamento existiu. Porque se você não tivesse cedido antes, não seria agora que ele começaria a usar esse recurso. Afinal, ninguém usa um recurso que já demonstrou ser ineficaz.

Frente a isso, você tem que resolver se quer continuar cedendo para se proteger ou está mesmo disposta a mudar sua postura e seu comportamento. Caso resolva mudar e levar em frente sua intenção de se separar, comece, aos poucos, reagir de forma diferente da que tem reagido até agora. Se você para de discutir quando ameaçada, ou responde demonstrando medo, por exemplo, tente reafirmar sua posição e demonstrar que está disposta a enfrentar qualquer dificuldade que possa surgir, seja criada por ele ou não.

Certamente, aos poucos, ele perceberá que o recurso da chantagem está batendo em você de forma diferente. E aí, possivelmente ele também mudará de atitude: ou ameaçando mais ainda ou tentando seduzir você para continuar casada com ele usando uma atitude mais branda. Afinal, em geral, quando uma pessoa muda seu comportamento o outro também tende a mudar. E aí está o perigo. Se, por exemplo, ele se demonstrar tranquilo, colaborador etc são grandes as chances de você se deixar levar por essas atitudes e acreditar que ele mudou. Em geral mudanças frente a uma situação- limite não devem ser levadas em conta. Quando a pessoa está perdendo, faz qualquer coisa para não perder. Depois volta tudo ao que era...

Assim, esteja bem certa de que você quer se separar mesmo, antes de começar o processo. Porque é só dessa maneira que você pode sinalizar que está disposta a enfrentar qualquer coisa para sair desse casamento.

Como reagir a ameaças e chantagens?

Ameaças e chantagens são desgastantes e foco é a palavra de ordem. Ele pode sumir com sua filha? Pode tentar. Mas você pode evitar protegendo-se judicialmente. É claro que a melhor forma de separação é a amigável, mas, no seu caso, a possibilidade disso acontecer é bem pequena. Assim, pensando-se em uma separação litigiosa, comece a se preparar e reorganizar sua vida antes de dar o passo definitivo. Arranje um lugar para morar, pense no seu sustento e no de sua filha, enfim, tente ter um planejamento de sua vida futura antes de romper com ele.

Quanto à ameaça de que ele vai fazer de sua vida um inferno, lembre-se que seu inferno você já está vivendo agora. Quando a decisão de separar estiver tomada e concretizada, certamente um alívio virá. Por mais difícil que seja, enfrente-a e se dê a chance de refazer sua vida.

Lembre-se também que só é chantageado quem se deixa chantagear. Quando a chantagem vira crônica fica muito difícil se livrar dela. Assim, afaste-se de quem usa esse recurso.  Em um próximo relacionamento tente cortar esse mal pela raiz. Pessoas civilizadas usam a negociação para resolver suas diferenças. Ao primeiro sinal de que a força, a ameaça e a chantagem estão tentando se infiltrar em seus relacionamentos afaste-se imediatamente. Não dê uma segunda chance. Só assim você conseguirá atrair pessoas que realmente estão dispostas a construir um relacionamento saudável e construtivo junto com você.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de uma psicóloga e não se caracteriza como sendo um atendimento.


É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.


Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), ainda mais pertinho de nós. A psicóloga Anette Lewin responderá perguntas enviadas por você sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos:

1º formato: responder as perguntas enviadas por você;

2º) formato: extrair uma palavra em específico de uma pergunta que você enviou (ex: traição). E partir desta palavra, revelar o significado do que sentimos ao nos relacionar. Seu nome e e-mail serão preservados.

O que você achou do novo Vya Estelar?