imagem de capa

Comportamento

Amor

Meu marido explode de raiva. O que fazer?

O comportamento do seu marido requer ajuda psiquiátrica e psicológica

25 out, 2018

Por Andrea Lorena

E-mail enviado por uma leitora:

“Eu e o meu marido estamos juntos há quase dois anos e temos um bebê de quatro meses. Ele explode de raiva às vezes. Na última vez foi por causa do choro sem fundamento do nosso filho. Ele fica nervoso e  eu não soube o que fazer. Ele gritou, quebrou coisas, colocou a culpa em mim, quis sair com o bebê seminu no meio da madrugada. Brigou com meus pais que tentaram interferir; quis bater no meu pai, perdeu totalmente a noção! Não sei se continuar com ele é válido depois disso. Ele nunca surtou tanto assim. Já teve episódios de raiva com gritaria, mas nada além disso. Esse último caso, pra mim foi demais.”

Resposta: Você já ouviu falar do Transtorno Explosivo Intermitente (TEI)?

Pessoas com esse transtorno, normalmente, apresentam uma incapacidade de manejar seus impulsos agressivos. Logo, são levados a ter comportamentos agressivos, ataques de fúria, os quais são completamente desproporcionais à situações vividas. Muitas vezes, após o episódio de agressão, a pessoa sente arrependimento, vergonha, culpa e até mesmo tristeza.

Pelo brevíssimo relato que você fez, o comportamento do seu parceiro me fez lembrar desse tipo de paciente. Para fechar o diagnóstico correto, é importante que ele busque ajuda especializada. O tratamento dessa patologia consiste em acompanhamento psiquiátrico e psicológico.

Ao começar a resolver esta questão do comportamento do seu parceiro, também seria válido que vocês participassem de terapia de casal, para que ambos voltem a se comunicar de maneira eficiente e saudável. Lembrando que para o bom crescimento do bebê, tais atitudes são extremamente necessárias, aliás, não só para o bebê, mas para a família como um todo.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo ou médico psiquiatra e não se caracteriza como sendo um atendimento.

 


Andrea Lorena é psicóloga. Doutoranda pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Possui mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). É coordenadora dos setores de pesquisa e tratamento do Amor Patológico e Ciúme Excessivo do Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. www.psicologiaecognicao.com

O que você achou do novo Vya Estelar?