imagem de capa

Comportamento

Amor

E quando o ciúme e a traição estão só na sua cabeça?

Algumas pessoas têm dificuldade de entender que o parceiro, amigo ou familiar está frequentando um psicólogo

05 dez, 2018

Por Andrea Lorena

E-mail enviado por uma leitora:

“Olá, preciso muito de ajuda. Amo tanto meu esposo que coloco mil coisas na cabeça. Estamos há 19 anos juntos entre namoro e casamento e ele nunca me deu motivo pra desconfiança. Mas sinto-me insegura. Ultimamente, estou descontrolada, controladora e possessiva. Quero fazer terapia, mas tenho medo dele não entender. como posso me abrir com ele sem assustá-lo?”

Resposta: Tenha uma conversa franca com seu marido e explicite os seus motivos para começar a terapia. Como por exemplo, conte a ele como você está sentindo (sentimento de posse) e pontue esses comportamentos que você mencionou na pergunta: descontrole emocional e comportamento de controle.

Às vezes algumas pessoas têm dificuldade de entender que o parceiro, amigo ou familiar está frequentando um psicólogo, pois essas pessoas parecem carregar na mente a ideia antiga de que quem vai ao psicólogo e ao psiquiatra são pessoas tidas como “doidas”.

No entanto, procura-se um psicólogo por diversos motivos, dentre eles: ciúme, solidão, tristeza, necessidade de desenvolvimento pessoal e autoconhecimento. Estes não parecem ter nada a ver com loucura, certo?

Por isso, vá em frente e cuide da sua saúde mental, e quem sabe seu marido também não faz o mesmo?

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo e não se caracteriza como sendo um atendimento.


Andrea Lorena é psicóloga. Doutoranda pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Possui mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). É coordenadora dos setores de pesquisa e tratamento do Amor Patológico e Ciúme Excessivo do Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. www.psicologiaecognicao.com

O que você achou do novo Vya Estelar?