imagem de capa

Vya Estelar Responde

Fala Leitor

Retroceder nunca, render-se jamais

“Mesmo desacreditado e ignorado por todos, não posso desistir, pois para mim, vencer é nunca desistir.” Albert Einstein

23 jan, 2019

Por Ângelo Medina

O título deste post foi surrupiado do nome de um filme B -- ou Z! --  de luta, exibido há 30 anos atrás, estrelado por Jean-Claude Van Damme. 
     
Uma virtude muito apreciada pelo I Ching é a perseverança. Diversos hexagramas (capítulos) desse milenar oráculo chinês, que remonta há mais de 5 mil anos, recomenda o exercício diário dessa virtude, que segundo o oráculo, pode levar a pessoa ao sucesso ou à Suprema Boa Fortuna. Esse desenvolvimento se dá de forma gradual e assenta as bases sólidas da ascensão.

Mas como saber a hora de parar de lutar?

Quando a questão fugir do simples bom senso, onde basta somente uma boa dose de racionalidade para tomar a decisão, é preciso se silenciar... voltar-se para si mesmo e ouvir a voz da intuição (do seu Eu Superior), que tudo vê e tudo sabe... Um bom termômetro é guiar suas ações pelos seus sentimentos.

Essa resposta pode não vir de imediato, mas pode te surpreender em um sonho ou até mesmo embaixo do chuveiro.                

 


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

O que você achou do novo Vya Estelar?