imagem de capa

Vya Estelar Responde

Fala Leitor

Forje o seu talento! Ele te espera...

“Não basta ter-se talento: é preciso ter-se o vosso assentimento para o possuir, - não é verdade, meus amigos?” Friedrich Nietzsche

08 fev, 2019

Por Ângelo Medina

Sim Nietzsche, é a pura verdade. Talento pode ser uma habilidade natural ou adquirida. O que diferencia uma pessoa mais talentosa de uma menos talentosa – não incluo aqui os gênios – é que a menos talentosa levará mais tempo para obter os mesmos resultados. Quanto mais talento, menos esforço e menos tempo para atingir a excelência. Em contrapartida, sem perseverança não há talento que resista. Se o talentoso não se dedicar à atividade, esse talento simplesmente se arrefece e não se chega a lugar algum...

Já tive a oportunidade de conviver e entrevistar músicos das mais diversas personalidades: o muito talentoso e estudioso – esse vira virtuose; o muito talentoso e preguiçoso – transita na mediocridade; o talentoso e estudioso – esse vira um fera...

Para os mortais, de talento normal, a frase de Nietzsche cai como uma luva, principalmente para aqueles que põem alguma dúvida em relação ao próprio talento. Há uma forma simples de vitaminar esse talento e utilizá-lo em potência máxima! Esse talento precisa ser NUTRIDO em seu Ser e a palavra mágica é: ACREDITAR!
   
Uma forma que ajuda muito a fazer andar essa palavra (ACREDITAR!), é você, na imaginação, sair de você mesmo, e construir uma autoimagem de você desempenhando com extrema habilidade a tarefa que você intenta. Forje esse personagem. O resultado pode ser instantâneo. Mas faça isso com naturalidade, forçar a barra, agir violentamente movido por um entusiasmo excessivo e ansiedade, trará um efeito oposto.

Salve o assentimento de Nietzsche!      

Cada ser é único e possuidor de uma miríade de talentos.


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

event 03 set, 2018

O que você achou do novo Vya Estelar?