imagem de capa

Encontrando a si mesmo

O aprimoramento do corpo e espírito podem caminhar juntos?

Por Oscar D’Ambrosio

Respondendo à pergunta da chamada acima: aparentemente sim, mas os preconceitos que afastam as atividades ditas intelectuais das consideradas apenas físicas podem indicar o contrário. É o que ocorre no filme ‘Encontrando Forrester’, de Gus Van Sant, em que Sean Connery e Rob Brown travam um belo duelo de desconfiança e amizade.

O veterano ator encarna um escritor escocês que há 40 anos ganhou o prestigiado prêmio Pulitzer com um romance, único que escreveu. Sem família, vive recluso num velho apartamento no Bronx. Parece ter desistido de tudo nessa jornada de autodestruição e solidão.

Tudo muda quando conhece um adolescente de 16 anos que revela um talento excepcional para o basquetebol e vive praticando perto de sua casa. Motivado pelos colegas, o garoto vence uma aposta com os colegas para entrar no apartamento daquele ‘velho esquisito’.

O fascinante é que o jovem também revela aptidão para a literatura e recebe uma bolsa de uma célebre escola de Manhattan. Mas essa entrada no universo intelectual tende a afastá-lo dos amigos do Bronx. Como lidar om essa ambiguidade? O encontro com o escritor será um caminho para isso.

O filme aponta para o difícil diálogo entre gerações e entre atividades consideradas diferentes. O escritor reaprende, no processo das conversas, a acreditar novamente nas pessoas e o atleta/escritor a conseguir fazer as próprias escolhas sem ferir a si mesmo e/ou aos amigos. Assim um caminhar difícil, mas mais suave e menos doloroso, é delineado para ambos.
 

Fonte: Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

Existe reciprocidade no seu relacionamento amoroso?