imagem de capa

Blinde sua mente de pensamentos negativos

Oito dicas matadoras para você poder fazer isso

Da Redação

Qualquer pessoa que já se propôs um objetivo chegou a duvidar de si mesma no meio do caminho. Não é raro que durante o processo, medos e angústias invadam a cabeça. Segundo a psicóloga Fernanda Tochetto, nossos pensamentos e o que comunicamos ao nosso cérebro têm muita influência nos comportamentos, atitudes e, consequentemente, nas performances e resultados.

Pensamentos negativos podem atrapalhar e devem ser evitados. Assim a psicóloga lista oito dicas com o objetivo de blindar o cérebro de pensamentos inoportunos.

1ª) Pare de se lamentar e não olhe para o passado  

Muitas pessoas remoem problemas com olhos voltados para o que já passou. Mas você não vai mudar o que já se instalou. Foque então na solução desse problema no presente, buscando aquilo que vai trazer o resultado esperado, impactando positivamente.

2ª) Afaste-se de tudo aquilo que não for bom

Evite com que mais informações negativas venham a se somar aos pensamentos que já lhe atormentam a vida. Elas podem vir da televisão, do rádio, da internet, de um grupo de amigos. Reflita sobre onde você está inserido e evite o que possa lhe transmitir informações negativas. Pare de procurar aquilo que não contribua para o seu crescimento profissional e pessoal.

3ª) Ocupe sua mente com bons pensamentos  

Se como diz o ditado ‘mente vazia é oficina do diabo’, procure mantê-la ocupada. Leia um livro, assista a um filme que agregue novos conhecimentos, ouça pessoas inteligentes, cerque-se de tudo o que efetivamente pode colaborar para o seu desenvolvimento.

4ª) Reveses e traumas servem como um grande aprendizado  

Um trauma deve ser usado como um grande aprendizado para acelerar novas conquistas. Questione-se: o que posso extrair de positivo dessa situação, o que posso aprender? Sempre se pergunte: o que eu não quero repetir? O que eu devo fazer diferente da próxima vez?

5ª) Saia do piloto automático, não entregue sua mente ao vazio, a pensamentos intrusivos

O piloto automático pode nos levar a olhar para o negativo. Então direcione o seu radar para o que de bom acontece com você. As coisas positivas estão embrenhadas no mundo, ocorrendo ao redor e bem próximas a todos.

6ª) Exercite a gratidão

Exercite a atitude construtiva de agradecer. Seja profundamente grato por tudo o que lhe acontece, do ar que você respira, a tudo que já conquistou, pelo apoio, dedicação, compromisso e parceria das pessoas importantes para a sua vida. Quem pratica a gratidão de verdade se blinda da inferioridade e da inconsistência. Ao se sentir grato, você acaba se sentindo melhor consigo mesmo.

7ª) Limpe sua mente

Limpar a mente é uma atitude poderosa. Por isso, aprenda a respirar (saiba mais) e ligue-se mentalmente ao momento presente, ao aqui e agora. A respiração e a meditação serão de grande auxílio para que você se concentre no que realmente interessa, livre-se da influência do ambiente externo e se ponha no controle do que quer sentir, pensar e fazer.

8ª) Ouça música

Quando não estiver conseguindo se concentrar em suas tarefas e pensamentos negativos se aproximarem, coloque os fones de ouvido e ouça música, prestando bastante atenção na letra da canção. Certamente, você irá desfocar de ideias contraproducentes.

Ninguém nasce para fracassar e viver de escassez. Todos  merecemos uma vida de abundância e de realização. Dessa forma, é importante que você ‘encontre’ os obstáculos mentais que o impedem de ser bem-sucedido. “

Realmente podemos programar a nossa mente e construir o resultado que idealizamos. Mude suas atitudes através de seus pensamentos. Acredite e faça diferente.”, finaliza a psicóloga.


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

Existe reciprocidade no seu relacionamento amoroso?