imagem de capa

Autoconhecimento

Minhas Atitudes

Você se considera impulsivo (a)?

Saiba aqui como ser menos impulsivo

10 abr, 2019

Por Thaís Petroff

Quais os resultados dos comportamentos impulsivos em sua vida? Já parou para refletir um pouco sobre o que é a impulsividade e em como lidar com ela?

Um ato impulsivo é aquele no qual não avaliamos adequadamente ou não levamos em conta as consequências do mesmo sobre nossa vida e/ou de outros. Fazemos o que sentimos vontade naquele exato momento sem refletir no que isso pode dar em seguida. O grande problema disso é que, na ausência de uma avaliação dos resultados de nossas ações, acabamos não nos responsabilizando por eles e podemos criar problemas os quais não nos preparamos para lidar.

Agir impulsivamente é algo imaturo e infantil

Afinal, são as crianças que se comportam desse modo. Elas ainda não aprenderam as leis da ação e reação e também não têm ainda muita noção de tempo; vivem inteiramente focadas no presente, no aqui e no agora e por isso não projetam o futuro. Viver no momento presente é algo muito útil e importante, dado que se ficamos o tempo todo pensando no futuro, acabaremos por desenvolver a ansiedade, mas conforme vamos crescendo e nosso cérebro se desenvolvendo, podemos ir amadurecendo também emocionalmente, conseguindo fazer esse "jogo" de relacionar possíveis consequências futuras com nossas ações do presente e com isso pautar nossas escolhas no aqui e agora. Quanto mais fizermos isso, mais responsáveis e felizes também nos tornamos; uma vez que percebemos cada vez mais a vida em nossas mãos, o controle que temos de muitas coisas por conta de controlarmos a nós mesmos.

Por isso, se você tem a ideia de que responsabilidade é algo pesado e chato e por isso não gosta muito de pensar no que faz. Digo-lhe: você está se enganando. Sempre teremos consequências diante de nossas escolhas e elas certamente em algum momento nos afetarão. Portanto, se você não leva em conta o impacto de suas decisões e ações sobre o mundo, sobre a vida dos outros, e principalmente sobre a sua própria vida, você está cada vez mais se colocando em um beco sem saída e, se ainda não chegou, muito em breve a "conta" de seus atos chegará a você.

Quanto mais responsabilidade você tiver sobre si mesmo, mais liberdade sentirá (e não o contrário).

Como ser menos impulsivo e mais responsável

1 - Sempre que for tomar alguma decisão pare por alguns instantes e se pergunte o porquê de querer fazer isso. Busque identificar o que te motiva: raiva, medo, seus sonhos, boas intenções?

2 - Quando identificar com mais clareza sua motivação (o motivo que te leva à ação) se pergunte se é isso mesmo o que quer e se estando mais calmo agiria do mesmo modo ou se passasse um dia ou dois você continuaria com essa mesma decisão.

3 - Tome a decisão e entre em ação. Passado algum tempo (talvez alguns minutos, horas ou dias) avalie o resultado de sua escolha. Foi positivo? Se sim, por quê? Se não, por quê? Aprenda com suas escolhas e comportamentos. Errar não é um problema. Persistir no erro e não aprender com ele, é!


Formada em Psicologia pela PUC-SP e é Master Coach. Utiliza a Terapia Cognitivo Comportamental como base do seu trabalho, mas sabendo da profundidade e complexidade do ser humano, fez formação em Bioenergética, Programação Neurolinguística e Yoga se focando em auxiliar as pessoas a desenvolver e manter emoções mais equilibradas e saudáveis. Foca-se em desvendar e compreender a desafiadora prática das relações, promover transformações cognitivas, emocionais e comportamentais nas pessoas que a procuram e disseminar conhecimento através das mídias sociais. http://www.thaispetroff.com.br

O que você achou do novo Vya Estelar?