imagem de capa

Autoconhecimento

Autoestima

Menos sofrimento e mais felicidade: qual o caminho?

É possível vivenciar uma alegria interior independente das circunstâncias

Por Elisabeth Cavalcante

A única maneira de sentirmos a verdadeira felicidade, é entender que a alegria é um subproduto do Ser. Enquanto vivermos sob o domínio absoluto do ego, não conseguiremos experimentar essa realidade. Isto acontece porque nosso ego busca a alegria em bens materiais, poder e outros tipos de satisfação efêmera, que podem ser perdidos ou destruídos a qualquer momento. Isto faz com a angústia e o sofrimento estejam sempre em nosso caminho, visto que, ao perder uma fonte de satisfação, imediatamente buscamos compensar a perda com outra forma ilusória de felicidade.

É preciso se conectar à dimensão da consciência

Se não aprendermos a entrar em contato com a dimensão da consciência, que existe dentro de nós, continuaremos prisioneiros da ilusão, acreditando que a felicidade nos será dada pelas condições exteriores.

Somente através da observação atenta deste processo, e de como nossa mente nos aprisiona na roda viva dos desejos, é que poderemos construir uma nova experiência de vida.

Nela, a alegria interior estará sempre disponível, independente das circunstâncias externas, pois ela é parte indissociável de nós. Para acessá-la, basta que exerçamos o poder de nossa vontade.

 

 


Jornalista de formação, atuou na área durante vinte e cinco anos. Neste período, aprofundou também os estudos de psicologia, astrologia e tarô, e o processo de autoconhecimento através do budismo e dos ensinamentos do mestre indiano Osho. Atua profissionalmente como terapeuta holística há 17 anos.

O que você achou do novo Vya Estelar?