imagem de capa

Autoconhecimento

Minhas Atitudes

Você se sente vivo (a)?

Não há essa coisa chamada fracasso

13 maio, 2019

Por Patrícia Gebrim

Esta vida passa rápido... Amanhece num primeiro sopro e, sem que a gente se dê conta, um dia o Sol já está a se pôr. Tocada pela luz dourada do final do dia, sinto sempre uma espécie de nostalgia... Sinto a beleza de tudo, sabem? E me dou conta de que não podemos desperdiçar nem um segundo desta vida.

Viver plenamente requer que sejamos reais.

Estamos aqui para ser nós mesmos, só isso. É tão simples que muitos não acreditam. Passam anos e anos se forçando a ser quem não são, cumprindo expectativas, cumprindo metas que lhes foram impostas antes mesmo de terem a chance de nascer.

Ouça...  Simplifique.

Não há essa coisa chamada fracasso.

Não há nada a ser conquistado para que você se considere bem-sucedido na vida. Você não precisa do emprego certo, do salário certo, da casa certa, do relacionamento certo. A única coisa que você precisa é ser quem você é, e permanecer vivo (digo isso porque há quem morra em vida).

Se quiser saber se está vivo, sente-se em frente ao pôr-do-sol e observe o que se passa em seu coração.

Você saberá!


É Psicóloga Clínica, atua numa abordagem transpessoal. Seu trabalho é direcionado a favorecer o autoconhecimento e a transformação das crenças limitadoras que nos mantêm aprisionados a padrões repetitivos de escolhas. É escritora, publicou 'Gente que mora dentro da gente' e o best-seller 'Palavra de Criança' pela editora Pensamento

O que você achou do novo Vya Estelar?