imagem de capa

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

No Brasil é a primeira causa de morte por tumores em mulheres

Da Redação

Porém, outro fator ajuda a piorar um pouco mais esse quadro: a desinformação das pacientes em relação à doença.

Segundo o médico oncologista Dr. Amândio Soares, muitas das informações que circulam na sociedade não estão fundamentadas em estudos científicos, por isso não correspondem à realidade.

O que é mito e verdade sobre o câncer de mama

Mitos

- Cessar o consumo de leite de origem animal cura a doença;

- O uso de desodorantes pode aumentar o risco de câncer de mama;

- Quem não tem histórico familiar não desenvolverá a doença;

- Próteses de silicone podem causar neoplasia maligna das mamas.

Verdades

- A falta de vitamina D pode aumentar as chances de surgimento do câncer;

- Emoções negativas, como estresse, mágoas e raiva, estão associadas ao câncer de mama;

- Histórico familiar é um importante fator de risco. Se o parentesco for de primeiro grau (mãe ou irmã), a atenção deve ser redobrada;

- Câncer de mama está associado à idade: quanto maior a idade, maior a chance de incidência;

- Ter a primeira menstruação precocemente ou a menopausa tardia (após os 50 anos) aumenta o risco de desenvolvimento da doença;

- Gestações tardias (após os 30 anos) e a nuliparidade (não ter tido filhos) também ampliam os riscos;

- A ingestão regular de álcool, mesmo em quantidades moderadas, e o tabagismo podem elevar a chance de desenvolvimento do câncer de mama.


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

O que você achou do novo Vya Estelar?