imagem de capa

Autoconhecimento

Minhas Atitudes

Sua vida está sem graça? Dê um sentido para ela

Você nao precisa 'fazer' nada para encontrar um sentido para a sua vida

01 jan, 2016

por Patricia Gebrim

Uma pessoa muito querida perguntou outro dia como fazer para encontrar um sentido para a vida. Muitas pessoas parecem ter a mesma dúvida. Parecem acreditar que exista algo a ser descoberto, uma espécie de missão que faria tudo finalmente se encaixar.

No entanto, penso que não exista nada a ser feito para que se encontre o tão procurado sentido para a vida, pois este não reside no "fazer", e sim no "ser".

Quando tomamos a natureza como exemplo, isso fica muito claro. Uma margarida não precisa descobrir o que fazer para encontrar sentido para a sua vida. Ela apenas é uma margarida, e o sentido de sua vida se manifesta ao seu redor. Sua existência atrai e viabiliza a existência das abelhas, sua beleza torna o mundo menos árido, suas raízes mantêm a umidade da terra, por aí vai... O mesmo se dá com os animais, os rios, as montanhas, as árvores. Tudo se encaixa perfeitamente no equilíbrio natural da vida.

Mas nós também fazemos parte da natureza, certo? Por que então temos esse questionamento?

Por que nos sentimos perdidos, sem saber o motivo de nossa existência?

Nós não sabemos o sentido de nossa vida porque nos afastamos de nossa essência, nos afastamos de nós mesmos. Se simplesmente fôssemos quem de verdade somos, o sentido da vida seria algo natural e não iria requerer esforço algum para ser alcançado.

Simplesmente, com naturalidade e sem esforço, volte-se para a sua essência

Ouça. Você nao precisa "fazer" nada para encontrar um sentido para a sua vida. Você simplesmente precisa se reconectar com a sua própria essência. Pare de ficar procurando um sentido com a sua mente e permita-se "ser", o máximo que você puder, aquilo que você ja é. Da mesma forma que acontece com os pássaros, as flores e todos os elementos da natureza, existe uma força maior levando você naturalmente na direção de sua realização como ser humano, na direção da plena expressão de sua essência, numa direção que beneficiará a você e a todos ao seu redor.

Quando aceitamos o nosso ser exatamente como é, e começamos a expressar a nossa beleza, as nossas qualidades, a nossa luz; automaticamente uma vida vai se revelando ao nosso redor e, sem esforço, cumprimos o que viemos fazer aqui.

Todo esforço na busca de encontrar esse sentido, só nos afasta mais e mais dele.

O sentido da vida é viver. É amar e expessar aquilo de único que cada um de nós possui.


É Psicóloga Clínica, atua numa abordagem transpessoal. Seu trabalho é direcionado a favorecer o autoconhecimento e a transformação das crenças limitadoras que nos mantêm aprisionados a padrões repetitivos de escolhas. É escritora, publicou 'Gente que mora dentro da gente' e o best-seller 'Palavra de Criança' pela editora Pensamento

O que você achou do novo Vya Estelar?