imagem de capa

Saúde e Bem-estar

Saúde e Drogas

Síndrome do pânico tem cura ou controle?

Síndrome do pânico: deve-se evitar a automedicação

01 jan, 2016

por Joel Rennó Jr.

Gostaria de saber se a síndrome do pânico tem cura, ou apenas controle, pois sofro deste mal há 10 anos.

Resposta: Em saúde mental, o conceito de cura é diferente. Aqui, cura significa devolver ao paciente a qualidade de vida. Todos os transtornos mentais têm os sintomas controlados pelos medicamentos e grande parte deles é crônica. Os medicamentos antidepressivos não causam dependência. Já os benzodiazepínicos ('calmantes') podem causar, caso não sejam administrados com critério pelo psiquiatra.

Geralmente, ninguém fala que fica dependente de um anti-hipertensivo (para tratamento da hipertensão arterial) ou hipoglicemiante oral (para o tratamento do diabete melito). Porém, quando o assunto envolve o sistema nervoso central, com informações ainda distorcidas, as pessoas costumam ficar assustadas ou preocupadas. Ter autonomia é estar bem, independente de estar tomando ou não medicamentos. O que não pode haver é a automedicação. A psicoterapia também é muito importante para ajudar os pacientes a controlarem os sintomas de pânico quando eles ocorrerem. Com o tratamento correto, a melhora ocorrerá.

ATENÇÃO

As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psiquiatria e não se caracterizam como sendo um atendimento


Dr. Joel Rennó Jr. MD, Ph.D. Professor do Departamento de Psiquiatria da FMUSP. Diretor do Programa de Saúde Mental da Mulher - Instituto de Psiquiatria da USP. Médico do Corpo Clínico do Hospital Israelita Albert Einstein- São Paulo. Coordenador da Comissão de Estudos e Pesquisa de Saúde Mental da Mulher da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). www.psiquiatriadamulher.com.br

O que você achou do novo Vya Estelar?