imagem de capa

Vya Estelar Responde

Fala Leitor

Descobri que meu companheiro tem cadastro em sites de relacionamentos. O que faço?

Sites de relacionamentos não trazem riscos maiores do que a vida real

01 jan, 2016

por Anette Lewin

"Ele sempre recebe atualização de novas cadastradas."

Resposta: Você entrou num compartimento da vida de seu namorado sem a autorização dele. Acabou não gostando do que viu e está tentando refletir sobre isso, não é?

Bem, embora o lado romântico do namoro enfatize que os envolvidos devem compartilhar todas as suas vivências, o lado realista demonstra que na prática as coisas não são bem assim. E nem poderiam ser, não é? Afinal, ninguem vive grudado no outro e, preservar a individualidade, é uma atitude importante para quem quer se sentir único, responsável e cúmplice de suas escolhas. Mesmo que a pessoa tenha uma parceria amorosa com quem decidiu dividir alguns aspectos de sua vida, o lado pessoal não deixa de existir. E nem deve!

Com a proliferação de sites de relacionamento fica cada vez mais fácil "conhecer" novas pessoas. Sim, "conhecer", entre aspas, uma vez que a maioria desses contatos não sai da virtualidade. E, o aumento das "possibilidades" (tambem entre aspas!), acaba levando a um comportamento compulsivo de aumentar o número de contatos, ficar checando quem entrou, quem falou, quem apareceu ou não apareceu... Enfim, fica difícil se afastar do computador por muito tempo. Talvez, o que acontece com seu namorado seja apenas isso.

Pode ser que ele venha a conhecer alguém significativo nesses sites? Pode. Mas poderia conhecer tambem na rua, no trabalho, numa festa da empresa. Assim, não acho que você deva ficar com tanto medo de sites de relacionamento. Eles não trazem riscos maiores ou menores do que a vida real traz.

Invadiu a privacidade do seu namorado e não gostou do que viu? Existem duas saídas

Dois aspectos devem ser avaliados como os mais importantes nessa reflexão:

1º) Se vale a pena você ficar entrando em áreas da vida do seu namorado para as quais não foi convidada

2º) Que atitudes podem fazer com que seu relacionamento se fortaleça e se torne mais importante do que os eventuais encontros virtuais que seu namorado possa vir a ter.

Respeitar a intimidade alheia nos dias de Facebook e Twitter realmente requer um autocontrole grande! Afinal, as redes estão aí apelando literalmente pelas visitas e bisbilhotagens.

As pessoas ainda não se deram conta de que suas vidas estão cada vez mais controladas e controláveis e expõem suas intimidades como se estivessem no banheiro de suas casas. Necessidade de serem olhadas a qualquer custo? Ingenuidade? Baixa autoestima? Não sabemos ao certo. O fato é que quem se expõe corre riscos. E quem espia também!

Cabe a você, que já sabe que seu namorado se expõe, decidir se vale a pena dar de cara com "pecadinhos" dele que a machucam. Sim, porque essas descobertas não trarão muito mais do que um desconforto e certamente nada acrescentarão à relação.

O que realmente pode fortalecer seu relacionamento são as vivências que acontecem dentro dele.

Nunca é demais repetir que seu relacionamento é o que você faz dele. Se, ao invés de se preocupar com o que seu namorado faz quando está longe, você tentar transformar os momentos a dois em momentos cheios de significado, cumplicidade, muita risada, olhares marotos e ressaltar a alegria de estarem juntos; certamente estará construindo uma relação mais saudável e profunda, do que a que conseguirá construir com descobertas sobre a vida de seu namorado quando está longe de você: com altas discussões sobre os momentos em que ele saiu da linha.


É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.


Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), ainda mais pertinho de nós. A psicóloga Anette Lewin responderá perguntas enviadas por você sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos:

1º formato: responder as perguntas enviadas por você;

2º) formato: extrair uma palavra em específico de uma pergunta que você enviou (ex: traição). E partir desta palavra, revelar o significado do que sentimos ao nos relacionar. Seu nome e e-mail serão preservados.

O que você achou do novo Vya Estelar?