imagem de capa

Comportamento

Família

Como ajudar minha filha já adulta a ter etiqueta à mesa?

Aprendemos muito por imitação ou por admiração

por Blenda de Oliveira

"Como ajudar minha filha de 23 anos - linda, simpática e inteligente - a tomar consciência de que precisa melhorar em questões de etiqueta à mesa? Minha família nunca deu muito valor a essas coisas, mas tenho lido a respeito e vejo que nos comportamos como ogros, às vezes. Quando falo sobre isso, quase sempre acham que estou com frescura."

Resposta: Sabe ter boa educação à mesa é uma das coisas que mais fala sobre outros hábitos de uma pessoa.

As etiquetas não precisam ser exageradas ou afetadas, mas quando realizadas de uma maneira natural mostram generosidade e atenção ao outro, por isso é uma boa alternativa segui-las e implementá-las.

Três dicas de etiqueta à mesa

1ª) Sua filha só poderá incorporar os bons hábitos se toda a família também participar. Então comece por você e devagar, com paciência vá ensinando e mostrando as vantagens de ter educação no momento das refeições.

2ª) Procure frequentar lugares em que a etiqueta é importante. Aprendemos muito por imitação ou por admiração.

3ª) Você pode começar buscando pôr à mesa e servir a comida de uma forma bonita e bem cuidada. Essa mudança pode ser bem divertida, não precisa querer mudar tudo de uma vez, aos poucos você vai fazendo e eles vão observando.

Claro que eles acham frescura, afinal foi sempre assim, mas logo poderão ver que sentar à mesa para jantar é um momento que pode ser muito agradável!

Boa sorte e boas mudanças!


Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.

O que você achou do novo Vya Estelar?