imagem de capa

Saúde e Bem-estar

Atividade Física

Pelada de final de semana exige preparação prévia

Deslocamento rápido atrás de uma bola exige preparo físico

01 jan, 2016

por Nuno Cobra

A atividade física deve ser compatível com o momento cardiovascular de cada pessoa.  O grande problema hoje das atividades físicas é a forma maluca como as pessoas se entregam à sua pratica, não colocando ritmo semanal adequado, tempo e intensidade compatíveis com seu estado físico.

É muito grande o número de acidentes cardiovasculares graves, muitos com morte nos finais de semana. Como foi o caso do nosso querido humorista Bussunda, que ainda tinha outra agravante o sobrepeso que, quanto maior, maior o risco.       

Por isso queria aqui levar as pessoas a duas reflexões importantíssimas. A primeira é de que todo ser humano é obrigado a ter uma atividade física sistemática e agradável e a segunda é fazer sempre essa atividade em equilíbrio de oxigênio.  

O equilíbrio de oxigênio acontece quando o gasto de oxigênio da sua musculatura (pé, pernas, cochas, glúteos, costas, braços) está em equilíbrio com a quantidade de oxigênio colocada em sua circulação sangüínea pela respiração. Quando você gasta mais oxigênio do que o que você consegue colocar na corrente circulatória você entra em débito de oxigênio.

Exames médicos, por si só, não garantem que a pessoa não possa correr nenhum risco em relação à saúde, ao praticar uma atividade física, mas o trabalho em equilíbrio de oxigênio não tem contra-indicação. Se o trabalho for sempre em equilíbrio de oxigênio o organismo vai reagir e se transformar desenvolvendo-se.

Não é a atividade física que a pessoa faz que irá determinar se o trabalho está em débito de oxigênio ou não, esse débito está sempre na relação direta com as condições que cada pessoa tem em fazer cada movimento.

Uma pessoa pode estar caminhando não tão depressa e pode estar em débito de oxigênio, a atividade proporciona desequilíbrio na oxigenação. Já outra pessoa pode estar correndo e estar em absoluto equilíbrio de oxigênio. O que determina é a relação da pessoa com a atividade e não atividade em si.

Futebol exige preparação prévia para sedentário

Deve se ter cuidado ao praticar esportes que provocam um débito exagerado de oxigênio tais como: futebol e tênis. Esses esportes requerem um deslocamento muito rápido num tempo muito curto, não oferecendo condições para a respiração abastecer a corrente circulatória com o oxigênio necessário, que está sendo gasto de forma relâmpago, nos músculos envolvidos nesses deslocamentos - pessoa conduzindo uma bola ou buscando rebater uma bola de tênis fora de seu alcance.

Por isso jogar futebol exige preparação prévia.  O futebol está a um passo à frente da corrida.  Se a pessoa não consegue fazer uma ‘corrindinha’ como irá fazer uma ‘corridona’. Praticar esporte significa correr forte, depois que você estiver em forma (clique e saiba como entrar em forma) aí sim, deve se lançar numa atividade esportiva.


Preparador físico e mental. Treinou o saudoso Ayrton Senna. É autor do best-seller "A Semente da Vitória".

O que você achou do novo Vya Estelar?