imagem de capa

Como lidar com pessoas que "se acham", ou melhor... "que têm certeza"?

Quanta coisa se perde quando se está convicto de uma ideia

por Silvia Maria de Carvalho

"Como lidar com pessoas que têm o ego muito avançado? É o caso de minha melhor amiga. Ela se acha demais em tudo, e diminui tudo pra aumentar o ego dela. Sem falar que não posso ser sincera com ela sobre o que acho, pois ela não admite de jeito nenhum. A gente começando a brigar muito por isso, penso em me afastar mas a amo demais. Gostaria de uma resposta mais do que tudo"

Resposta: Se a gente olhar bem de perto, cada pessoa tem lá suas questões complicadas ou modos de se comportar, muitas vezes, inadequados.

Pondere e permita-se novos pontos de vista

Colocar na balança é a grande arte da vida. Certamente, como você mesma disse, há amor nessa amizade e se você pensar bem, pode lembrar do que há de bom nesse vínculo. Fosse diferente, não seria sua melhor amiga, não é?

Flexibilize: nade a favor da maré

Muito ousado de minha parte dar conselhos, mas tenho visto benefícios quando as pessoas aprendem a nadar a favor da maré. Por momentos, penso o quanto vale a pena questionar quem acha estar com a razão. Tenho optado por concordar "verbalmente". Claro que é preciso avaliar cada história na sua particularidade, mas de modo geral, vem a pergunta: de que serve mesmo a razão?

Temos a mania de querer enfiar na cabeça do outro nossas opiniões e certezas. Até parece que só existe um modo certo de se viver! Quanta coisa se perde quando se está convicto de uma ideia.

E também tem outra: as coisas mudam, a vida gira. O que era ontem não necessariamente é o mesmo de hoje. Vira e mexe, lá vem a gente querendo manipular as situações. Acho que é preciso aceitar, com mais naturalidade, os momentos de vida que, por vezes, afastam ou atraem; estreitam ou estremecem as relações, principalmente aquelas de uma vida toda.

E dar tempo ao tempo. Propor outro tipo de atividade. Parar de falar as mesmas coisas que estão causando conflitos. Há tanto pra se viver...

E se você não pode dizer tudo, é provável que possa dizer algo. E se ela não pode concordar com tudo, certamente há algo diferente que se possa conversar.


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

O que você achou do novo Vya Estelar?