imagem de capa

Equilibre-se

Ser Integral

Principais dicas para a preservação da saúde e da juventude

Autoconhecimento afasta a pessoa dos perigos e dos erros

por Gilberto Coutinho

O termo saúde, do Latim "salus", "salutis", pode ser compreendido como um "estado em que os órgãos vitais e todo o organismo funcionam adequadamente". Pode-se, assim, dizer que o estado de saúde é uma condição de "ordem" e "harmonia" entre o corpo, a psique (mente) e a consciência. Muitos sábios, filósofos e poetas consideram a saúde e a juventude as maiores riquezas da vida. Para se ter uma vida longa, é necessário, desde a mais tenra idade, cultivarem-se hábitos saudáveis.

No organismo, existe uma constante interação entre a "ordem" (o bom funcionamento orgânico) e a "desordem" (o mau funcionamento orgânico). Isso significa que o ser humano está sempre buscando um ponto de equilíbrio e de superação das "desordens", a fim de que não adoeça. Pode-se, então, concluir que a saúde não é algo estático e, sim, um estado "dinâmico" em que a "ordem" e a "sabedoria" prevalecem à "desordem" e à "ignorância". Por tal razão, no diário viver, a saúde deve ser cultivada e preservada com sensatez. Alguns sábios consideram que a "ignorância" é a causa maior do sofrimento e das doenças.

A razão de algumas pessoas serem ou não saudáveis encontra-se, na maioria das vezes, relacionada às próprias escolhas que cada uma faz em relação à dieta e a seus hábitos de vida. Em geral, as questões de saúde são de "responsabilidade" pessoal, o que significa optar por hábitos saudáveis, em vez de optar por hábitos errôneos e menos saudáveis. Se alguém deseja ser uma pessoa saudável e preservar a juventude por muito mais tempo, então, deve fazer escolhas saudáveis e não insalubres: não fumar, não beber, não usar drogas etc.

Fatores que favorecem a saúde integral:

1. Autoconhecimento: afasta a pessoa dos perigos e dos erros e a conduz para uma vida mais harmoniosa, saudável e plena.

2. Autoestima: É o respeito e o apreço da pessoa por si mesma, a base da idoneidade, do desenvolvimento espiritual e das potencialidades interiores, da saúde e da serenidade interior.

3. Alimentação fresca, pura e saudável: A maioria das enfermidades tem origem nos hábitos dietéticos errôneos. Nada contribui tanto para a acumulação de impurezas e toxinas no sangue como uma alimentação imprópria, sob todos os pontos de vista. É necessário combaterem-se os hábitos dietéticos errôneos, objetivando a preservação e a restauração da saúde.

4. Atividade física regular e moderada: O organismo necessita de uma atividade física moderada e regular, para que os diversos órgãos funcionem normalmente e desempenhem suas funções com regularidade. Os exercícios fortalecem os músculos (restaurando-lhes a elasticidade), os ossos e as articulações (tornando-as mais flexíveis).

5. Respiração correta e ar puro: A respiração, um dos processos fisiológicos mais importantes, pode ser dividida em três partes: respiração baixa (abdominal), média e alta (subclavicular). Ao respirar-se, não só são absorvidas partículas de oxigênio e de outros gases mas também partículas subatômicas de prana ou bioenergia. Segundo os antigos sábios indianos, o prana permeia todo o universo. A respiração ideal é a nasal e, com raras exceções, não se deve respirar pela boca. O ar poluído é um grande perigo para a saúde.

5.1 Técnica de reeducação e ampliação da capacidade respiratória: ao inspirar-se, o ar atmosférico deve ser direcionado para a base dos pulmões, enquanto o ventre se move para fora (respiração abdominal); à medida que o ar preenche os pulmões, de baixo para cima, as costelas se expandem lateralmente (respiração média) e, por último, ocorre a expansão do peito e das clavículas (respiração alta). Ao expirar-se, primeiro o peito e as clavículas se retraem, depois, as costelas e, por último, ocorre o movimento do ventre para baixo.

6. Beber água em abundância: Bebida com fartura, a água hidrata o cérebro e todo o organismo; contribui para o bom funcionamento dos intestinos, dos rins e do fígado e para a eliminação das impurezas do sangue, através da urina e transpiração. Diariamente, um indivíduo adulto deve beber cerca de 1,5 litro de água potável. Deve-se evitar tomar água gelada e bebê-la durante as principais refeições (almoço e jantar), pois a água dilui os sucos gástricos e pode retardar a digestão; habituar-se a beber água, ou suco de frutas, uma hora antes, ou depois, das refeições.

7. Alto nível de higiene pessoal: A higiene é essencial à saúde. As impurezas são expelidas pelos poros, para que não sejam reabsorvidas, ou obstruam aqueles, dificultando a livre respiração da pele e a eliminação das toxinas com o suor; por tal razão, deve-se tomar banho, diariamente. A falta de higiene, em todos os sentidos, além de desdourar a imagem do homem, predispõe-no a inúmeras enfermidades. A saúde também começa pela boca, por isso, deve-se cuidar bem dos dentes.

8. Descanso: O sono e o repouso são os maiores restauradores das energias orgânicas. Deve-se dormir cedo e cerca de oito horas por noite.

9. Bom funcionamento intestinal: Treinar o intestino a funcionar diariamente, de uma a duas vezes ao dia. A prisão de ventre é um mal que pode ocasionar diversos outros males. Nos casos de prisão de ventre, uma dieta rica em fibras e saudável deve ser instituída. As ervas laxativas devem ser utilizadas como parte do programa de retreinamento intestinal.

As substâncias que melhoram o volume fecal, como o farelo de aveia e o córtex da semente de Plântago ovata, podem ser muito úteis. Beber água em abundância. Em geral, as fezes normais são grandes, parecidas com o formato da banana e não devem ter mau cheiro, o que pode indicar uma disfunção do estômago, dos intestinos e presença de toxinas; sua cor normal é marrom. As fezes escuras indicam grande consumo de produtos de origem animal; as fezes muito pretas, uma provável hemorragia interna.

A expulsão de fezes velhas, pretas como carvão e empedradas, indica uma descarga orgânica e, geralmente, é prelúdio de uma saúde melhor. As fezes não devem afundar no vaso sanitário; caso isso ocorra, pode ser indicativo de uma deficiência de fibras dietéticas, de mastigação precária e de ingestão de alimentos inadequados.

Quando a alimentação é equilibrada e o alimento é bem mastigado e digerido, as fezes são marrons, firmes e flutuam na superfície da água. O consumo excessivo de sal de cozinha e uma alimentação pobre em fibras podem tornar as fezes menos volumosas e ressecadas.

10. Não fumar, não beber álcool e não usar drogas: O álcool, o cigarro e as drogas são os maiores inimigos da humanidade, aceleram o envelhecimento do organismo, causam inúmeras doenças e são vícios de grande efeito deletério sobre a saúde.

11. Vida sexual saudável e moderada

12. Suadouros: Suar faz bem à saúde, pois auxilia na eliminação de impurezas do organismo. Aquele que, mesmo com atividade física não consegue transpirar, deve tomar banhos de vapor, para essa deficiência ser compensada.

13. Jejum terapêutico: O jejum de curta duração (24 horas) é usado na terapia naturopática como um método de desintoxicação orgânica, pois é um dos meios mais rápidos de se intensificar a eliminação de detritos e ampliarem-se os processos de cicatrização do corpo. Tal processo preserva o tecido essencial (órgãos vitais), enquanto utiliza tecidos não vitais (tecido adiposo e muscular). Deve ser realizado sob orientação terapêutica.

14. Banhos de sol: O sol, astro que fornece luz e calor, é um elemento psicofisiológico importante na vida do homem. Propicia vida e é indispensável ao bom funcionamento do organismo. O ser humano foi feito para viver em contato com o ar e à luz do sol. Os raios solares, quando moderados, auxiliam a pele a desempenhar as suas funções naturais.

Os raios ultravioletas do sol (até as 10 horas da manhã), irradiados sobre a pele, são muito benéficos à saúde, no combate do raquitismo. Devido à destruição da camada de ozônio da estratosfera, o excesso de radiação solar é grande responsável pelo envelhecimento precoce e pelo surgimento de câncer de pele. As radiações infravermelhas são responsáveis pelo calor; as radiações visíveis (luminosas), pela luz e apresenta ação importante sobre a pele, pois fornecem muita energia; as radiações ultravioletas apresentam ação química e biológica.

15. Clima temperado: O clima também influencia no bem-estar e na saúde, o temperado é o melhor.

16. Higiene moral: A sensualidade e as paixões também figuram entre as causas das enfermidades. Todo bem que se pratica ao próximo prolonga a vida, e todo o mal a reduz.

17. Otimismo: Cada vez mais, a neurociência evidencia o fato de que aquilo que se pensa e se sente exerce grande influência sobre o funcionamento de todo o organismo. A mente humana é muito poderosa, ainda que uma pessoa utilize apenas um estreito percentual de sua capacidade psíquica. Ou seja, cada vez mais existem evidências de que o que se sente, pensa-se e representa-se interiormente exerce um grande efeito sobre a maneira como o organismo funciona. Deve-se cultivar pensamentos e emoções positivas.

18. Prevenção e tratamento da saúde por meios naturais: A prevenção das doenças é o melhor de todos os tratamentos. Em casos de doença, deve-se o mais rápido possível submeter-se a cuidados terapêuticos adequados e efetivos. Empregar procedimentos terapêuticos naturais, holísticos e menos agressivos possíveis, na maioria das vezes, é o mais indicado: como, por exemplo, Fitoterapia, Dietoterapia, Acupuntura, Terapia Ortomolecular, Psicoterapia, Yogaterapia, Massoterapia, Meditação etc.

As plantas (os legumes, as verduras, os cereais, as frutas, as plantas medicinais etc.) têm a importante função de purificar o organismo e expelir as toxinas, neutralizar a acidez do sangue, suprir a falta de certos elementos nutricionais (agentes antioxidantes, vitaminas, sais minerais, fibras etc), estimular a ação de certos órgãos, normalizar o funcionamento de outros e etc.

19. Higiene mental: Diariamente, deve-se dedicar alguns minutos à prática do silêncio: meditar, relaxar a mente e o corpo, acalmar os pensamentos e as emoções. A meditação propicia equilíbrio interior, discernimento, centralidade psicológica e revitaliza o organismo.

Fatores que retardam o envelhecimento

- Emoções positivas: generosidade, amor, altruísmo etc.
- Auto-imagem e autoestima positivas.
- Casamento harmônico e feliz.
- Trabalho regular, satisfação e realização profissional.
- Bem-estar pessoal, bom humor e alegria de viver.
- Habilidade de relaxar, rir e descontrair.
- O encontro de um significado maior para a vida.
- A busca do autoconhecimento, do aprimoramento constante e de estudo (o exercício da mente e da memória).
- A cada novo ano, o estabelecimento de novos projetos e metas e a busca por concretizá-los, na medida do possível.
- Hábitos moderados e saudáveis de vida.
- Estabelecimento de amizades sinceras e edificadoras.
- Vida sexual saudável e moderada.
- Pelo menos uma semana de férias ao ano.
- Capacidade de expressão dos sentimentos, franqueza.
- Visão otimista da vida.
- Vida financeira equilibrada.
- O viver de acordo com as disponibilidades.
- Vida não sedentária, prática de Yoga, atividade física moderada e regular, Meditação e Massoterapia.
- Alimentação saudável: dieta balanceada, rica em fibras dietéticas (encontradas nas frutas, nos vegetais, cereais integrais e legumes), de natureza pura, saudável, fresca, nutritiva e livre de aditivos químicos (na medida do possível), à base de vegetais, frutas, cereais; pobre em carboidratos refinados (açúcares e amidos), em produtos animais e em gorduras saturadas (terrivelmente prejudiciais à saúde). Evitar as frituras. Preferir sempre as carnes magras e frescas (aves livres de hormônios). Dê preferência à carne de peixe, que é rica em gordura poliinsaturada (saudável). Não fazer uso de carne de porco e de derivados. Diminuir o consumo de sal. Beber, diariamente, pelo menos dois litros de água mineral (de melhor qualidade) ou purificada.
- Bom humor, paciência, tolerância, tranquilidade e concentração.

Fatores que aceleram o envelhecimento

- Alimentação insalubre (fritura, gordura saturada, excesso de carboidratos refinados etc.).
- Sedentarismo.
- Uso de bebidas alcoólicas, cigarros e drogas.
- Angústia, tristeza e depressão.
- Incapacidade de expressar as emoções.
- Inflexibilidade, rigidez mental e emocional.
- Solidão, ausência de amigos e de afeto.
- Estresse intenso e prolongado.
- Emoções negativas: violência, agressividade, desamor e mentira.
- Insatisfação com o trabalho.
- Irritabilidade, raiva e nervosismo.
- Dificuldades financeiras.
- Vida sexual promíscua.
- autoestima baixa e descaso com a saúde.
- Preocupações constantes e excessivas e instabilidade emocional.


É Naturopata e Acupunturista com formação em "Medicina Tradicional Indiana (Ayurveda)", em "Yogaterapia" pela "World University Roundtable" - Arizona, USA, em "Massoterapia Indiana Ayurveda", em "Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura" (Membro da "Associação de Medicina Chinesa e Acupuntura do Brasil" - SP, em "Massoterapia Chinesa'.

O que você achou do novo Vya Estelar?