imagem de capa

Saúde e Bem-estar

Alimentação

Morango é recomendado como auxiliar no tratamento de gota e reumatismo

Morango: iguaria com baixa caloria

01 jan, 2016

por Jocelem Salgado

Morango ajuda a combater os radicais livres que danificam células do organismo O morango já foi uma fruta rara em nosso país, era cara e pouco difundida. Os anos se passaram e foram grandes os avanços no seu cultivo Hoje o morango pode ser comprado facilmente em feiras e supermercados, tanto in natura, como congelado ou em polpa.

Sua produção segue em alta no final do outono até ao final do inverno, mas suas versões congeladas e polpa seguem durante o ano todo.

Dentre tantas propriedades, essa deliciosa fruta traz também diversos benefícios para a saúde. Um trabalho realizado no Instituto de Pesquisa em Alimentos da Noruega classifica o morango como um dos alimentos mais ricos em substâncias antioxidantes. Essas substâncias são importantíssimas na queda de braço contra os radicais livres, que formam uma tropa de moléculas capazes de danificar as células, estragos esses que, com o tempo, podem até acelerar o aparecimento de um câncer.

Rico em minerais, o morango contribui com boa quantidade de fósforo, magnésio e potássio. Esse trio de nutrientes é fundamental para o sistema nervoso e ainda ajuda a manter por muito tempo a saúde muscular. Vale lembrar também que a boa concentração de vitamina C presente na fruta, uma vez em alta no nosso corpo, é capaz de proteger o sistema imunológico e afastar os indesejáveis resfriados.

Outros componentes encontrados no morango são os bioflavonoides, como as antocianinas e o ácido elágico, que é uma substância que dá cor e protege os vegetais, e quando presente no organismo, esse ácido evita danos celulares, diminui a ameaça do aparecimento de tumores, principalmente no aparelho digestivo. Vale lembrar que o acido elágico não é destruído pelo cozimento, portanto tortas e geleias dessa fruta também são nutritivas e contém esse composto bioativo. Ainda complementando suas propriedades nutricionais o morango é rico em fibras do tipo solúvel que ajudam a manter os níveis de glicose estáveis, sem grandes picos, dessa forma o organismo não requer tanto do pâncreas, o que mantém longe o perigo do diabetes.

Outro beneficio do morango é ser uma rica fonte de acido fólico, vitamina B9 ou folato, que exerce papel essencial para a síntese, integridade e função do ácido desoxirribonucléico (DNA). Vários pesquisadores a partir dessa descoberta, desenvolveram estudos sobre seu potencial efeito na produção e manutenção de novas células, funções particularmente relevantes durante a gestação e desenvolvimento da criança.

Durante a gestação, pode ocorrer deficiência dessa vitamina, pois há uma alta requisição de ácido fólico para sustentar a divisão celular para o desenvolvimento do feto.

Foi realizada uma avaliação em praticamente 5.500 gestantes usuárias de suplementação de ácido fólico nesse período. Observou-se no estudo que o uso de suplemento vitamínico contendo 0,8 mg de ácido fólico, foi responsável pela redução de nascimentos de bebês com malformação do tubo neural, e também de bebês com problemas do trato urinário e do sistema cardiovascular. Outro benefício observado no estudo foi a diminuição dos sintomas de enjoos, vômitos e náuseas durante os três primeiros meses de gestação.

Há ainda na fruta outra propriedade importante, ser uma potente fonte de vitamina C – (58 mg em cada 100 g), praticamente o valor diário necessário para uma pessoa. Além disso, a fruta tem a importante função de reciclar a vitamina E no organismo e contribuir para a produção de colágeno.

Além de deliciosos, os morangos ainda têm mais uma grande vantagem que é a baixa caloria (cerca de 40 Kcal por xícara). Também como já dito acima é uma boa fonte de folato - uma xícara fornece 25mcg (microgramas) ou 12% da RDA (Ingestão Dietética Recomendada), 250g de potássio e boas quantidades de riboflavona (vitamina do complexo B) e ferro.

As sementes do morango contem fibras insolúveis, que auxiliam no combate a prisão de ventre, porem podem ser prejudiciais para pessoas com distúrbios intestinais como a diverticulose, que são pequenas bolsas que se inflamam ao longo da parede intestinal.

Morango: benefícios adicionais

Por conterem grande quantidade de vitamina C, evitam:

- A fragilidade dos ossos;
- Má formação dos dentes;
- Aumenta a resistência aos tecidos;
- Age contra infecções;
- Ajuda a cicatrizar ferimentos;
- Evita hemorragias.

Por possuírem também, em menor quantidade, vitamina B5 (Niacina) e ferro, evitam:

- Problemas de pele, do aparelho digestivo, do sistema nervoso e reumatismo.
- O ferro por sua vez é importante porque faz parte da formação do sangue.

Natural ou em sucos, o morango é recomendado como auxiliar no tratamento de gota e reumatismo. É ainda eficiente contra infecções do fígado, garganta e vias urinárias.

A noticia ruim é que o morango contém um alérgeno comum e um salicilato natural (composto semelhante à aspirina) ao qual muitas pessoas são alérgicas e assim não podem saborear a fruta. Contém ainda acido oxálico, que em excesso reduz a absorção de ferro e cálcio pelo organismo, podendo também ocasionar pedras nos rins e na bexiga em pessoas suscetíveis.

Dicas para melhor aproveitamento dos morangos:

- Sempre que comprar prefira os de bom aspecto: tamanho médio, vermelhos vivos e com talos verdes.
- Para estocar, deixe a fruta inteira conservada em geladeira. Quando fatiados eles perdem gradativamente a vitamina C.
- Lave apenas a quantia a ser consumida, pois assim evita mofos e possíveis surtos de diarreia infecciosa.


Profa. Titular de Vida Saudável da ESALQ/USP/Campus Piracicaba. Autora dos livros: "Previna Doenças. Faça do Alimento o seu Medicamento" e "Pharmácia de Alimentos. Recomendações para Prevenir e Controlar Doenças", editora Madras

O que você achou do novo Vya Estelar?