imagem de capa

Vya Estelar Responde

Fala Leitor

Relacionamento conturbado pode mudar e ter um final feliz?

Raramente casais brigam por ideias

01 jan, 2016

por Anette Lewin

"Fui noiva por dois anos, brigamos muito, mas ainda tenho o sonho de casar com ele"

Resposta: As pessoas, em geral têm características que dificilmente mudam O que pode mudar é o jeito de lidar com essas características. Em geral, quando casais brigam muito, sempre há alguma coisa que detona essa briga: um tom de voz, um jeito de olhar, uma determinada expressão. Raramente os casais brigam por ideias, em geral brigam por atitudes.

Para que as brigas diminuam, portanto, tente entender o que detona essas brigas e mudar suas atitudes. Evite esperar que ele mude, mude você. Fale num tom diferente, olhe de um jeito diferente até encontrar alguma coisa que provoque nele a vontade de te escutar e não a de explodir com você.

Algumas pessoas diriam: mas assim, eu vou deixar de ser eu mesma, não vou fazer o que sinto! Sinto muito, mas para nos relacionarmos de forma saudável temos de abrir mão de impulsos. O que não significa deixarmos de ser nós mesmos. Apenas nos "arrumarmos" melhor para receber o outro. Afinal, não colocamos nossas melhores roupas para encontrarmos com a pessoa de que gostamos? Por que não colocarmos a melhor cara, o melhor sorriso, a melhor palavra? Pense nisso.


É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.


Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), ainda mais pertinho de nós. A psicóloga Anette Lewin responderá perguntas enviadas por você sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos:

1º formato: responder as perguntas enviadas por você;

2º) formato: extrair uma palavra em específico de uma pergunta que você enviou (ex: traição). E partir desta palavra, revelar o significado do que sentimos ao nos relacionar. Seu nome e e-mail serão preservados.

O que você achou do novo Vya Estelar?