imagem de capa

Páscoa saudável: por que optar pelo bacalhau e pelo chocolate meio-amargo

Bacalhau é um grande aliado na prevenção de doenças cardiovasculares

Da Redação

Sexta-Feira Santa e o Domingo de Páscoa estão se aproximando, junto com eles há uma grande variedade de pratos que são feitos com o intuito de deixar o almoço em família mais prazeroso, levando em consideração o sentido da data e a crença de cada um.

Para a nutricionista Elaine Rocha (foto), é fundamental iniciar a refeição com um prato de salada verde e legumes cozidos. Para temperar utilizar um *mix de óleos evitando os temperos prontos por possuírem um alto valor calórico e uma concentração significante de gordura. Seguindo a tradição do peixe na Sexta-Feira Santa, o bacalhau é bem-vindo por todo o seu potencial nutritivo. Rico em vitamina B1, vitamina D, sódio, magnésio, proteínas e ácido graxo ômega-3 e ômega-6 que são grandes aliados na prevenção de doenças cardiovasculares e é um prato muito saudável. Lembrando que a quantidade de carboidratos das guarnições como o arroz e as batatas deve estar em equilíbrio.

Além do bacalhau, outros peixes que podem deixar o cardápio muito mais saudável são: salmão, pescada, atum e linguado. As carnes vermelhas magras como filé mignon, lagarto, coxão-mole e patinho, e carnes brancas como peito de frango sem a pele, também são ótimas opções para o Sábado de Aleluia. Para o acompanhamento é indicado evitar as massas com molhos ricos em gorduras, como quatro queijos e molho branco. Dê preferência para as massas com molho de tomate caseiro.

Na hora da sobremesa opte por frutas in natura ou doces de frutas, que além de serem menos calóricos são nutritivos e ricos em fibras. Porém, se a vontade de comer chocolate for irresistível, prefira os ovos de páscoa na versão meio amargo ou com uma maior concentração de cacau, já que os outros tipos de chocolates como ao leite, branco, trufado, entre outros, são preparados com muito açúcar e gorduras e quando consumidos em excesso podem trazer prejuízos à saúde.

Segundo a nutricionista, muitos desses produtos possuem recheios ricos em gorduras trans que podem elevar os teores do colesterol (LDL Colesterol), e reduzir os níveis de colesterol bom (HDL Colesterol) no sangue. Se consumidos em excesso, os chocolates podem trazer problemas futuros como o aumento do peso e das taxas de colesterol e triglicérides no organismo.

Receita: mix de óleos

1 colher (sobremesa) óleo de linhaça

1 colher (sobremesa) azeita extra-virgem

1 ramo de alecrim ou manjericão

1 colher (café) de orégano

Fonte: Elaine Rocha de Pádua (CRN 22094) - nutricionista, pós-graduada em nutrição nas doenças crônico degenerativas do Hospital Israelita Albert Einstein

 

 

 


Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.

O que você achou do novo Vya Estelar?