imagem de capa

Saúde e Bem-estar

Beleza e Corpo

Cuidados com as unhas dos pés

Evite o excesso de esmalte

01 jan, 2016

Por Sonia Corazza

As unhas dos dedos dos pés levam de 12 a 18 meses para crescer inteiramente, enquanto que as unhas dos dedos das mãos atingem o comprimento total em 5 meses, portanto seu corte não deve ser tão freqüente, limitando-se a uma vez por quinzena.

Evite retirar as cutículas, pois protegem as unhas, impedindo a entrada de fungos e bactérias causadores de infecções e micoses. Aproveite para empurrar as cutículas com uma espátula específica, cortando com alicate somente o excesso de pele, já solta.

Para finalizar esta fase, massageie bem unhas e cutículas com um creme especial, adequado para esta finalidade com agentes emolientes que vão ajudar a mantê-las muito mais fortes e saudáveis.

Como proceder quando a unha já está encravada?

Lave bem a região, seque completamente e procure um podólogo especialista, que fará o tratamento indicado para solucionar o problema. Não tente remover a unha sozinho, pois poderá piorar a situação e favorecer a penetração de fungos e bactérias oportunistas.

O que fazer para o esmalte das unhas secar mais rápido?

Evite o excesso de esmalte, limpando bem o pincel na borda do vidro antes de aplicá-lo nas unhas. Mergulhar os pés em um pote com água bem gelada, por alguns minutos. O contato com o frio cristaliza as resinas da fórmula mais rapidamente.

Por que alguns tons de esmalte amarelam?

A radiação solar pode degradar alguns componentes do esmalte, tornando-o amarelado. A reação entretanto, ocorre apenas nos tons claros e transparentes. Os cremosos e escuros possuem dióxido de titânio, que age como um filtro solar, impedindo a ação dos raios ultravioleta. Para evitar o problema, aplique uma camada de fortalecedor de unhas contendo zinco, que age como um filtro solar, sob o esmalte.

Como evitar a formação de bolhas ao usar sapatos novos?

As bolhas são resultantes da fricção prolongada entre o pé, a meia e o calçado, resultando no acúmulo de fluidos entre as camadas interiores e exteriores da pele. Para evitar o aparecimento de bolhas, limite o uso a duas ou três horas, até que o calçado esteja mais macio e com os contornos mais suaves. Aplique uma camada generosa de talco para os pés, envolvendo o dorso, planta, calcanhar e artelhos. Desta maneira o atrito entre o material do sapato e a pele será minimizado, devido à formação de uma camada protetora sobre a pele, evitando o aparecimento de bolhas.

E se a bolha já tiver se formado?

A bolha deve ser aberta e higienizada o mais rapidamente possível. Limpe a região com sabonete líquido neutro e aplique uma solução anti-séptica. Perfure a bolha com uma agulha desinfetada com álcool ou aquecida no fogo. Drene o fluido, mas mantenha a pele. Então cubra a área com uma bandagem adesiva. Dentro de 48 horas a maioria das bolhas estará seca o suficiente para serem expostas ao ar.

 


É engenheira química especializada em Cosmetologia. Tem 25 anos de experiência como formuladora de cosméticos. Atuou em empresas líderes no setor. É autora do livro Beleza Inteligente (Madras). Mais informações: www.belezainteligente.com.br

O que você achou do novo Vya Estelar?