imagem de capa

Saúde e Bem-estar

Saúde e Drogas

Sistema de recompensa e aprendizagem

Base da aprendizagem é a memória

19 abr, 2017

por Marta Relvas

A aprendizagem acontece via comunicação entre os neurônios. Quando um disparo de estímulos entre as células acontece, gera a comunicação, ou seja, a passagem de informação de uma célula a outra por um neurotransmissor.

A melhor maneira de saber como ocorre o desenvolvimento da plasticidade cerebral, é conhecendo os neurônios, suas conexões sinápticas e organização das áreas cerebrais. Vale lembrar que a base da aprendizagem é a memória, tendo esta a capacidade de reprodução mental das experiências captadas pelo corpo por meio dos movimentos e sentidos. E também a capacidade de planejamento, abstração, julgamento crítico e atenção. É importante também  reconhecer a memória emocional e racional, pois, agem em conjunto na resolução dos problemas, e o Sistema Límbico de Recompensa,  se apresenta como eixo, pois é responsável pelo prazer e aprendizado.

A capacidade motivacional para experimentar e conhecer, faz parte de um sistema de recompensa composto por circuitos e estruturas neuroniais desenvolvidos ao longo da evolução cerebral das espécies que buscam obter recompensas com o ambiente que habitam, é uma sensação após a ação bem- sucedida ou potencialmente bem-sucedida programada pelo cérebro. Esse sistema busca a provocação da sensação de prazer, que é a base da motivação.

Dica

No Sistema de Recompensa compreende-se desde buscar por realizações no ambiente para manutenção básica da vida e da espécie, como também recompensas cognitivas refinadas como “conseguir boas notas”, “ser reconhecido profissionalmente”, “mudar de profissão”, “receber um prêmio”, passar um concurso”, “ganhar uma competição”, “passar de ano”, “receber elogios” e outras sensações prazerosas que podem ser alcançadas dentro da realidade do ensino.


Bióloga; Doutora e Mestre em Psicanálise; Neuroanatomista; Neurofisiologista; Psicopedagoga e Especialista em Bioética; Tem certificação no programa internacional em Reggio Emília Study Abroad Program na Itália; Title of People Expression Special category Best Practices in Education Neurosciences and childhood and adolescence learning of Erasmus+ University – Europe – Portugal; Membro Efetiva da Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento; Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia Rio de Janeiro; Autora de livros e DVDs sobre Neurociência e Educação – Transtornos da Aprendizagem publicados pela Editora WAK e Editora Qualconsoante de Portugal; Atua ainda como Professora Universitária na Universidade AVM Educacional / Cândido Mendes, nos cursos de pós graduação em Psicopedagogia, Psicomotricidade, Neurociência Pedagógica, e na formação Docente; Professora na Universidade Estácio de Sá no Rio de Janeiro nos cursos das áreas: saúde, licenciatura; Professora Mentora do curso de Neurociência e Educação CBI OF Miami. Professora, pesquisadora convidada no curso de pós graduação de Neurociência do IPUB/ UFRJ. Coordenadora do Programa de Pós graduação de Neurociência Pedagógica na Universidade Candido Mendes/ AVM Educacional. Palestrante no Brasil e no exterior.

O que você achou do novo Vya Estelar?