imagem de capa

Autoconhecimento

Psicologia

Fidelidade aos ideais x exigências da vida

Manter esperança abre porta para a realização pessoal

20 abr, 2017

por Luiz Alberto Py

Depoimento de uma leitora:

“Tenho 19 anos e terminei o 2º grau técnico em Patologia Clínica há três anos, mas consegui emprego por ser menor. Agora trabalho como caixa, porque meu pai ficou desempregado, mas não estou contente. Quando estagiava na minha área, gostava do que fazia. Descobri que dinheiro não é tudo e penso em largar o emprego.”

Resposta: Em seu e-mail você pede minha opinião e diz que aguarda ansiosa minha resposta.

Respondo consciente de minha responsabilidade. É muito difícil o equilíbrio entre a fidelidade aos nossos ideais e as exigências da vida.

Você se preparou para uma profissão e teve de arrumar uma ocupação para sobreviver. Se for possível se manter sem esse trabalho, procure dar-se uma oportunidade de encontrar um emprego em sua área profissional. Resista, o quanto puder, antes de renunciar à possibilidade de trabalhar em Patologia Clínica.

Se você tiver que ficar fora de sua área de trabalho, encare isso como provisório e não desista nunca de seu sonho profissional. Enquanto você mantiver sua esperança existirá sempre a possibilidade de realização pessoal.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo ou psicanalista e não se caracteriza como sendo um atendimento.


É médico psiquiatra e psicanalista. Clinica no Rio de Janeiro e faz palestras por todo o Brasil. Publicou em 2002 o best-seller "Olhar acima do horizonte", em 2004: "A felicidade é aqui" e "Saber amar" todos pela editora Rocco. Mais informações: http://doutorpy.blogspot.com

O que você achou do novo Vya Estelar?