DESTAQUES

Aquela música, aquele perfume lembram o ex e isso te deprime? Saiba como lidar

Eduardo Yabusaki 01/01/2016 PSICOLOGIA
Liberte seus sentimentos para poder se envolver por outras pessoas

por Eduardo Yabusaki

Quando se rompe um relacionamento sem grandes traumas, ficam lembranças dos bons sentimentos, das experiências agradáveis e dos estímulos associados à convivência e construção afetiva entre o par.

Por vezes associa-se a esses sentimentos uma música especial, um perfume ou objetos que foram marcados por predileção ou mesmo por terem sido significativos e especiais no relacionamento e que não se desfazem de imediato após seu término.

Essas lembranças exercem um papel importante para o relacionamento enquanto ativo. Ou seja, o significado dos sentimentos entre as partes se torna intenso no decorrer do relacionamento e se consolida em bem querer e atração.

Porém, nem sempre tudo caminha para a sua manutenção ou superação de dificuldades e conflitos que podem levar à sua ruptura, porém as lembranças permanecem. Vou listar algumas dicas para você poder lidar com esses estímulos associados aos bons momentos vividos na relação.

Cinco dicas para lidar com os estímulos que lembram o ex:

1. Se possível, evite o contato com esses estímulos associados a boas lembranças (perfume, música e objetos).

2. Procure outros estímulos que não sejam associados ao relacionamento encerrado. Um perfume que seja de seu agrado, diferente do gerador de lembranças, outras músicas que lhe remetam a situações prazerosas diferentes.

3. Liberte seus sentimentos para que possa se envolver por outras pessoas, em princípio sem a necessidade de um envolvimento mais profundo.

4. Permita-se curtir e aproveitar o envolvimento com outras pessoas sem a obrigatoriedade de se transformar em um relacionamento.

5. O tempo e um novo relacionamento certamente irão amenizar as lembranças do passado e essas serão substituídas por novas vivências e experiências agradáveis e prazerosas.

Relaxe e desfrute de tudo o que possa conhecer e desenvolver nas relações com pessoas novas e diferentes, não receie em se apaixonar ou amar novamente, solte-se e dê vasão aos seus sentimentos, e quem sabe, à paixão.




Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br



ENQUETE

O Jornal da Cultura veiculou matéria apontando que o brasileiro não está animado com a Copa do Mundo. E você, está empolgado?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.