DESTAQUES

Como superar o medo do desconhecido?

Luiz Alberto Py 01/01/2016 PSICOLOGIA
Penso que o ódio é fruto do medo

por Luiz Alberto Py 

É a curiosidade que nos leva a superar o receio do que não conhecemos e nos impele a nos aproximarmos de tudo que nos é estranho.

Um fenômeno comum a quase todos nós é o medo do que nos é estranho. Isso nos leva à tendência a temer - e a partir desse temor, a odiar - o que é diferente e desconhecido.

Penso que o ódio é fruto do medo, porque as coisas temidas nos despertam o desejo de nos livrar delas, quando necessário até aniquilando-as. Esse ódio, além de mobilizar nossa violência, é fonte de preconceitos e de intolerâncias. Acrescento ainda que as coisas desconhecidas nos geram receio, porque temos uma tendência a atribuir a elas tudo o que nos assusta, começando pelos fantasmas infantis que continuam a povoar nossa alma mesmo depois de nos tornarmos adultos.

Somente conseguimos nos livrar desse tipo de medo e de suas consequências depois que nos conscientizamos de sua origem e trabalhamos no sentido de desmistificá-lo e de substituí-lo pela curiosidade. A curiosidade é uma reação instintiva característica, que estimula em nós o desejo de conhecer e de aprender. É uma importante qualidade para todos nós e foi fundamental na construção da civilização, por ter dado origem à ciência. A curiosidade nos leva a superar o medo do desconhecido e nos impele a nos aproximarmos de tudo que nos é estranho para saciarmos o desejo de conhecer. Ela é nossa melhor qualidade para sobrepujarmos o acovardamento e a paralisia que o medo nos provoca.




Luiz Alberto Py

É médico psiquiatra e psicanalista. Clinica no Rio de Janeiro e faz palestras por todo o Brasil. Publicou em 2002 o best-seller "Olhar acima do horizonte", em 2004: "A felicidade é aqui" e "Saber amar" todos pela editora Rocco. Mais informações: http://doutorpy.blogspot.com



ENQUETE

Quem não tem cão caça com o “ex”, que está receptivo. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.