DESTAQUES

Estudo liga morte precoce de homens ao desemprego

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
O maior grupo de risco são homens abaixo dos 50 anos

Da Redação

Pesquisa realizada pela McGill University, do Canadá, revelou que o desemprego é a causa mais frequente de morte precoce de pessoas do sexo masculino.

Segundo o estudo conduzido pelo prof. Israelense Eran Shor, o fato de estar empregado – bem como a qualidade da ocupação – pode significar vida mais longa.

Usando técnicas de meta-análises, os pesquisadores demonstraram uma forte relação causal entre o desemprego e morte precoce – principalmente em homens. A taxa de mortalidade prematura de homens desempregados foi consideravelmente mais elevada (78%), do que para mulheres desempregadas (37%). O maior grupo de risco são homens abaixo dos 50 anos. Os pesquisadores também encontraram relação entre longevidade e o fato de as pessoas poderem exercer plenamente suas qualificações no cargo que ocupam.




Redação Vya Estelar



ENQUETE

Paulo Coelho diz que os grandes prazeres da vida são grátis. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.