DESTAQUES

Aceitação ou mudança é a saída para qualquer crise na vida

Karina Simões 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Vivemos a constante dinâmica entre o conflito aceitação X mudança

por Karina Simões

Mudanças e dúvidas sempre batem à nossa porta. E muitas vezes perturbam o equilíbrio e até nosso discernimento.

Quando se percebe mudanças a caminho, é preciso estar aberta para enxergá-las e aceitá-las.  

Mudar não é tarefa fácil. E permanecer onde está nos deixa inconscientemente na cômoda zona de conforto. Afinal, somos seres feitos de hábitos, como nos ensinou o psicoterapeuta Barry Michels.

Em meu consultório, costumo orientar que sempre há duas saídas básicas para as crises, sejam existenciais ou não: mudança ou aceitação. Se pensarmos, boa parte de nossas decisões no dia a dia nos coloca nessa encruzilhada: aceitação x mudança.

Mudança

É possível efetivá-la quando vislumbramos a esperança de algo novo, mesmo vinda acompanhada pelo medo do desconhecido. Porém, há a magia e o encantamento do renascimento de um novo dia e de uma nova espera. Mudanças geram resistência e o novo gera insegurança.

Mudanças nos transportam ao autocrescimento, como disse a sábia poetisa e contista Cora Carolina (1889-1985): “... se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves da alma”.

Aceitação

Muitas vezes é necessário generosidade e compreensão - inclusive consigo mesma para não sofrer - para poder acolher o outro e aceitar uma situação, na qual a mudança não depende apenas de nós, mas também de uma atitude do outro.

Está muito difícil mudar? Dê um pequeno passo de cada vez.

Pequenos voos nos dão asas e coragem para podermos alçar grandes voos.

O medo nos aprisiona e não nos permite mudar. A coragem e a esperança do novo nos conduzem a uma mobilização pela mudança.

O desconforto e a insegurança fazem parte do processo de viver. A vida e o movimento nem sempre oferecem uma zona de conforto. Portanto, é bom lembrarmo-nos do que o grande filósofo Heráclito (aprox 535 a.C. - 475 a.C.) já nos antecipava com os seus ensinamentos: “Nada é permanente, exceto a mudança”.




Karina Simões

Psicóloga clínica cognitivo-comportamental. Possui especialização em Psicologia da Saúde e Desenvolvimento pela UFRN. Especialização pela Faculdade de Medicina do IPHC da USP. Membro da Federação Brasileira de Terapias Cognitivas - FBTC. Mais informações: www.karinasimoes.com.br



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.