DESTAQUES

Preocupação em excesso com meus pais e minha famlia me impede de viver bem meu casamento

Blenda de Oliveira 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Família de origem misturada com o casal pode não ser bom

por Blenda de Oliveira

"Não consigo ter uma vida normal em meu casamento e sofro muito com isso. Como fazer para não me preocupar tanto com eles e viver a minha vida da melhor maneira possível com meu esposo?"

Resposta: Há algum motivo específico para seu excesso de preocupação? Talvez a preocupação excessiva esteja tomando o lugar de outras questões relativas à vida conjugal e ao seu próprio crescimento.

Já dividiu essa preocupação com seu marido?

O que ele pensa sobre isso?

Será que poderia lhe ajudar?

Mas, antes de qualquer coisa, é importante que reflita sobre você, sobre sua escolha de formar um núcleo próprio a partir do casamento.

Importar-se com sua família de origem não é algo que exclui cuidar do seu casamento e, ao mesmo tempo, estar envolvida na sua vida conjugal. Não são excludentes, mas cada uma tem suas especificidades, ritmos e modos de funcionar.

Ser filha é diferente de fazer uma parceria amorosa com alguém. São relações amorosas que precisam de investimentos emocionais diferentes. A família é importante até o ponto que não interfira na da independência individual e na interdependência do casal que se forma.

Se quiser evoluir como pessoa e no seu casamento, é importante que amadureça e consiga colocar cada um dos seus amores no lugar devido. Família de origem misturada com o casal, de modo geral, não produz bons resultados. A privacidade do casal é sagrada e sua preservação dependerá do grau cada vez maior da confiança e parceria que esse casal desenvolve.

Boa sorte!

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

O Jornal da Cultura veiculou matéria apontando que o brasileiro não está animado com a Copa do Mundo. E você, está empolgado?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.