DESTAQUES

Atividade física: uma das maneiras mais fáceis de proteger o cérebro?

Ricardo Arida 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Atividade física é benéfica a vários sistemas do organismo

por Ricardo Arida

Por muito tempo, médicos, pesquisadores e indústrias farmacêuticas têm procurado por compostos farmacológicos com propriedades neuroprotetoras para a as várias doenças do sistema nervoso.

O tempo vem nos mostrar que as formas naturais para essa proteção, como alimentação e atividade física adequada, são as formas mais fáceis e mais efetivas de proteção para o sistema nervoso.

Um artigo *publicado recentemente com o título Physical activity: one of the easiest ways to protect the brain? (Atividade física: uma das maneiras mais fáceis de proteger o cérebro?) enfatiza essa observação. A famosa frase derivada da Sátira X do poeta romano Juvenal "mens sana in corpore sano" expressa a importância da prática da atividade física.

Os benefícios do exercício físico na saúde mental e nas doenças neurodegenerativas foram comentados várias vezes em textos anteriores (clique aqui).

Outra pesquisa recente deste ano** confirma a possibilidade do exercício físico exercer proteção contra o acidente vascular cerebral encefálico (AVE). Esse benefício parece acontecer para atividades físicas moderadas por mais de duas horas por semana. Isso porque a quantidade (volume) é importante para obter um estimulo adequado. Se você fizer atividade fisica, por exemplo, uma vez por semana, quais são os efeitos para seu sistema cardiorespiratório? Atividade física por periodo curto e poucas vezes por semana não melhoram significativamente sua condição cardiorespiratória. Isso acontece também no cérebro.

Em contrapartida, atividades muito intensas podem exercer efeito deletério. Ou seja, uma atividade exaustiva, onde o nivel de estresse e grande. Os
trabalhos na literatura nao são ainda muito consistentes quanto a isso, mas tendem a colocar essa observaçao.

Salientando os efeitos positivos da atividade física, outro estudo também demonstrou que um programa de seis meses de exercício físico proporcionou uma melhora da cognição de idosos. Vários mecanismos são propostos para esses benefícios. Um dos mecanismos envolvidos no AVE é a melhora do fluxo sanguíneo cerebral pelo aumento da liberação de ***óxido nítrico. Neste contexto, é importante salientar que os efeitos da atividade física no cérebro pode ser aumentado com o concomitante consumo de Omega-3, (ácido graxo poliinsaturado) um compostos que tem o mesmo mecanismo de ação****.

Tendo em vista as ações benéficas da atividade física nos vários sistemas do nosso organismo, o estudo científico nos deixa cada vez mais convincentes que a atividade física pode ser uma das maneiras mais fáceis de proteger o cérebro.

* Deplanque D, Bordet R. Physical activity: one of the easiest ways to protect the brain? J Neurol Neurosurg Psychiatry. 2009 Sep;80(9):1019-22.

** Stroud N. et al. Prestroke physical activity and early functional status after stroke. J Neurol Neurosurg Psychiatry 2009;80:1019-22.

***O óxido nítrico funciona como uma importante molécula sinalizadora capaz de facilitar a dilatação dos vasos sanguíneos e de reduzir a resistência vascular, sendo produzido através de três isoformas da enzima NO sintase: nNOS (neuronal), eNOS (endotelial) e iNOS (induzível). Durante o exercício físico, onde uma redistribuição no fluxo sanguíneo em direção aos músculos ativos é verificada, o óxido nítrico pode apresentar um papel fundamental na vasodilatação local.

**** van Praag H. Exercise and the brain: something to chew on. Trends Neurosci 2009;32:283-90.

 




Ricardo Arida

Possui graduação em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1980), mestrado em Medicina (Neurologia) pela Universidade Federal de São Paulo (1995), doutorado em Medicina (Neurologia) pela Universidade Federal de São Paulo (1999) e pós-doutorado pela Universidade de Oxford-UK. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de São Paulo. Tem experiência nas áreas de Neurociências e Fisiologia do Exercício Mais informações: www.ricardoarida.wordpress.com



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.