DESTAQUES

Relacionamento saudável é uma conquista a ser trabalhada; saiba como

Karina Simões 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Numa relação saudável ambos ganham

por Karina Simões

Amor, admiração, respeito, diálogo e objetivos em comum. Esses e outros são alguns ingredientes que compõem uma receita de um relacionamento saudável.

Mas o que é ter uma relação saudável? Essa é uma pergunta corriqueira em meu consultório, seguida de uma incansável busca pelos casais.

A relação saudável é aquela que alcança o equilíbrio. É aquela onde alcançamos a alma e a essência do outro. Quando nos comunicamos com o olhar, quando as preferências se encontram, a troca acontece e nos tornamos melhores e maiores dentro e fora da relação. A flexibilidade e a compreensão com as respostas do outro aceitando que não há disputas, nem ganhadores e nem muito menos perdedores. Numa relação saudável ambos ganham, pois não há amor ao extremo. Nela o amor vive de compensações e trocas de afeto.

Muitas mulheres dentro da relação às vezes passam por uma situação típica: anular-se. Essa anulação é a falência do amor, que precisa do encantamento de cada um para continuar a existir. Quando se perde o olhar mútuo na relação, ela morre.

Agora, listo aqui oito ingredientes essenciais para viver um relacionamento saudável.

Oito pilares do bom relacionamento:

1º) Respeito: As diferenças dentro da relação devem ser respeitadas, mas tome cuidado para não se anular.

2º) Liberdade: Precisa ser preservada com limites e regras internas de cada casal. Lembre-se: relacionar-se não é se tornar refém.

3º) Diálogo: O entendimento é fundamental. A falta de comunicação é o maior inimigo do amor.

4º) Admiração: O pilar fundamental que sustenta as relações e o encantamento. Esse faz com que o sabor de conquista perdure.

5º) Zelo: Ter na medida certa pelo outro e pela relação. Cuidar e dar importância ao que o outro representa para você. Mas, os excessos podem ser fatais.

6º) Cumplicidade: É necessário aguçar cada vez mais a cumplicidade na relação. A sintonia e o partilhar engrandecem a relação.

7º) Objetivos em comum: É fundamental a semelhança nesse aspecto. A prática de ter objetivos em comum fortalece a união e torna a relação mais prazerosa, fazendo com que a paixão perdure.

8º) Amor e sexo: Não se separam numa relação madura. Vivem-se e sentem-se mutuamente. A importância de um é o complemento do outro.

 




Karina Simões

Psicóloga clínica cognitivo-comportamental. Possui especialização em Psicologia da Saúde e Desenvolvimento pela UFRN. Especialização pela Faculdade de Medicina do IPHC da USP. Membro da Federação Brasileira de Terapias Cognitivas - FBTC. Mais informações: www.karinasimoes.com.br



ENQUETE

Paulo Coelho diz que os grandes prazeres da vida são grátis. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.